13 de outubro de 2011

Minha Vida Fora De Série,Paula Pimenta.

Mudar de cidade sempre é difícil, mas fazer isso na adolescência é algo que deveria ser proibido. Como começar de novo em um lugar onde todos já se conhecem, onde os grupos já estão formados, onde ninguém sabe quem você é? A princípio, Priscila não gosta da ideia, mas aos poucos percebe que pode usar isso a seu favor, tendo a chance de ser alguém diferente. Mas será que o papel escolhido é aquele que ela realmente quer representar? Aos poucos, Priscila percebe que o que importa não é o lugar e sim as pessoas que vivem nele. E que, além da nova cidade, há algo mais importante a se conhecer: ela mesma. Quem gosta da coleção “Fazendo meu filme” não pode perder o livro de estreia dessa nova série de Paula Pimenta. Situado no mesmo universo ficcional, temos a oportunidade de acompanhar alguns dos nossos já adorados personagens, três anos antes da história de "Fazendo meu filme” começar. Não perca a 1ª temporada da vida fora de série de Priscila!
Eu nunca fui tão feliz na minha vida lendo livros brasileiros.Depois da Paula Pimenta,o meu gosto por histórias brasileiras aumentou muuito! Vamos aos pontos negativos do livro:

1) Assim como na séria Fazendo Meu Filme,eu achei - é só uma opinião,talvez eu esteja errada -, a escrita um pouco repetitiva.Tudo bem,cada um tem o seu jeito de escrever,mas a minha professora de português do ensino médio,deixou bem claro que repetir palavras faz com que o texto fique dando voltas.
2) A ideia de colocar frases (em FMF eram de filmes) de séries para resumir os capítulos,sem dúvidas,é muito original.Nunca tinha visto nada igual.Mas eu achei que a escritora poderia ter diversificado mais nas frases de séries.Talvez as outras séries mais populares não sejam adequadas para  a idade da protagonista,ou talvez a Paula explore isso mais nos outros volumes da série  MVFS.
3) Eu pensei que seria diferente de FMF,porque o começo de MVFS é totalmente parado e meio chatinho.
4) O Rodrigo é um fofo e tem sua própria personalidade,mas a parte de mandar músicas com significados para a Priscila é um pouco parecido com a história do Leo e da Fani de FMF.Talvez seja culpa da Paula Pimenta,por ser obsessiva por música =D

Vamos aos pontos positivos:

1) Achei muito legal contar os detalhes da vida da Pri.Como ela conheceu a Faniu,como fez amizades e tudo isso!
2) A capa?Ah,é linda.A editora está de parabéns com essas cores tãaaao vivas!E a foto de MVFS é liindona!Acho que a foto é original meesmo...pelo que entendi não pegaram da internet,como fazem normalmente!
3) Gostei do "vilão",ele lembrou duma pessoa que marcou a minha vida.Até chorei :D
4) Eu gostei muito da Paula Pimenta ter citado o próprio livro de poesias,Confissões.São bem fofos =)

Resumindo?Apesar dos pontos negativos que me incomodaram,goooooooostei do livro e espero pelo próximo!

 Nota: ★★★☆☆
 Páginas: 408
 Editora: Gutenberg

-

PS: Desculpa pessoal se dei mais a minha opinião do quê falei sobre o livro.Ainda estou aprendendo a escrever resenhas!

2 comentários:

Paula Pimenta disse...

Oi, Carol! Gostei muito da resenha. Bom, vou dar minha opinião sobre cada um dos pontos negativos que vc apontou (afinal, tenho que defender o meu livrinho! Hahaha!):

1. É a primeira vez que eu ouço falar que a escrita é repetitiva. Eu tento exatamente ir direto ao ponto, sem ficar rodeando muito, porque eu também não gosto disso em livros. E eu sempre escuto o contrário, que cada um dos meus capítulos termina no suspense, que não dá pra parar e que tem uma novidade em cada frase... Mas o começo de todo livro, realmente é um pouco lento, afinal, os personagens têm que ir se mostrando, e também tem a descrição do cenário, o que está se passando no momento em que o livro começa... É a parte em que o leitor entra em contato com tudo. Não dá pra acelerar nessa parte da história, senão o livro fica sem pé nem cabeça.

2.Eu escolhi dez séries porque eu acho meio irreal que uma menina de 13 anos acompanhe mais que isso de uma vez só. Ainda mais a Priscila, que tem mil atividades extra-curriculares. E a mãe dela certamente não permitiria que ela ficasse grudada na TV. E eu escolhi aquelas por serem mais antigas. Como o livro é passando antes de FMF 1, eu não poderia escolher séries atuais, é como se a história da Priscila tivesse acontecido muitos anos atrás... Mas eu até falei nesse vídeo aqui: http://mvforadeserie.blogspot.com/2011/08/sobre-minha-vida-fora-de-serie.html que nos próximos volumes a história dela vai chegar na época das séries mais atuais.

3.É a mesma coisa que eu disse no tópico 1, o livro tem que começar devagar, senão o leitor não acompanha. Mas eu não acho parado nem chato... aliás, muita gente me diz que amou o começo, pois é exatamente quando a Pri conhece o Marcelo, recebe as lições de paquera da mãe, conhece novas amigas.... Acho até que tem bastante movimento...

4. Ahhh, isso vc vai entender nos próximos volumes da série... Como vc sabe, o livro é passado 3 anos de FMF 1.... e "quem" vc acha que ensinou o Leo a ser romântico e que deu a dica pra ele gravar músicas pra Fani? Uma dica, começa com R e termina com O! :)

Bom, é isso! Minha "defesa" está feita! Ah, adorei os pontos positivos que vc citou, obrigada!

Beijos!
Paula

HONORATO,Sandro. disse...

Carol :)
Gostei do post >.<
Eu não conhecia mas me parece legal :)

Sobre o meu post,o Fabio jr canta bem melhor que o filho com certeza :p

Beijos e tudo de bom

Postar um comentário